Governador AMAZONINO ARMANDO MENDES

Partido: PDT/AM

Aniversário: 16/11/1939

História

Amazonino Armando Mendes nasceu em Eirunepé (AM), em 16 de novembro de 1939, filho de Armando de Sousa Mendes e de Francisca Gomes Mendes. Iniciou os estudos em sua cidade natal, tendo sido aluno do Colégio Dom Bosco, em Manaus, e do Seminário do Espírito Santo, em Tefé (AM). Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade do Amazonas em 1969. Foi casado com Tarcila Prado de Negreiros Mendes; e é pai três filhos: Armando Mendes, Lívia Mendes e Cristina Mendes.

Iniciou sua carreira política em abril de 1983, ao ser nomeado prefeito de Manaus pelo então governador Gilberto Mestrinho. Em seu mandato, deu especial atenção à urbanização dos bairros periféricos.

Em 1987, Amazonino iniciou o primeiro mandato como governador. Exerceu o cargo de senador da República entre os anos de 1991 e e 1992. Em 1994, Amazonino foi eleito governador do Amazonas já no primeiro turno, sendo reeleito em 1998. Em seu governo, criou o polo graneleiro de Itacoatiara (AM) e a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás). Implantou o programa denominado Terceiro Ciclo, destinado a promover o desenvolvimento do interior do estado através da produção de grãos.

Mantendo as contas do governo sob controle, Amazonino fundou a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em 2001; construiu 484 escolas em todo o estado e revolucionou a saúde: 173 pontos de atendimento na Capital e no interior foram criados, quase 80% do total existente até então, entre inúmeras outras realizações.

Prefeito de Manaus de 2009 a 2012, Amazonino entregou mais de 600 salas de aula, modernizou o sistema de ensino e valorizou professores. Foi o criador do Bolsa Universidade, do Leite do Meu Filho, além de expandir o atendimento às mulheres de Manaus com as Carretas da Saúde.

Vida Política:

Prefeito de Manaus: 1983-1986 / 1993-1994 / 2009-2012

Governador do Amazonas: 1987-1990 / 1995-2002

Senador da República: 1991-1992


Realizações

Nenhum governante fez tanto pelo Amazonas quanto Amazonino Mendes.

Educação:

Criou a Universidade do Estado do Amazonas;

Construiu mais de 480 escolas no Estado;

Plano de Cargos e Salários dos professores (13º, 14º e 15º salários para o docente);

Criou os centros de excelência;

Criou o Bolsa Universidade (+ de 38 mil beneficiados);

Fim do Turno da Fome/Turno Intermediário, beneficiando 29 mil crianças.

Saúde:

Pronto-Socorro 28 de Agosto (1ª UTI para pacientes adultos);

Hospital João Lúcio;

Hospital Infantil Joãozinho;

Hospital de Doenças Tropicais;

Hospital Universitário Dona Francisca Mendes, referência em cardiologia;

Implantação no Interior: 47 hospitais, 18 unidades de referência, 1 laboratório;

Construiu todos os Caics (12) e Caimis (3);

Casonas da Família (37);

As Carretas da Mulher (6) / Carretas Odontológicas (4) / Carretas da Saúde (2);

SOS Manaus, que hoje é o SAMU, com 18 ambulâncias, 6 delas com UTI;

Implantou o serviço de Motolâncias (5) e ambulanchas (10).

1ª UTI Neonatal de Manaus;

Central de Medicamentos do Amazonas
Leite do Meu Filho.

 Infraestrutura:

Aeroportos no interior;

Duplicou a Av. Torquato Tapajós e a Estrada do Japiim;

Construiu a Passagem de Nível Antonio Simões, o Complexo Viário São José;

Ponta Negra (construção, em 1993, e primeira etapa de revitalização/reurbanização, em 2012);

Criou o Corredor Ecológico do Mindu;

Criou os terminais de ônibus da Constantino Nery, da Praça da Matriz e da Cachoeirinha (5 ao total);

Construção dos Conjuntos Habitacionais Oswaldo Frota, Amazonino Mendes, Armando Mendes, Renato Souza Pinto, Santa Etelvina e Galileia, além de núcleos da Cidade Nova, Nova Cidade, Buritis II e Deus é Fiel;

Urbanização dos bairros Ouro Verde, Armando Mendes, Pantanal, Monte Sinai, Bairro da Paz;

Criação dos conjuntos habitacionais Renato Souza Pinto e Osvaldo Frota;

Deu a Manaus a frota de ônibus mais nova de Manaus (1.018 ônibus novos), combatendo fraudes e realizando novas licitações.

Turismo:

Construção do Bumbódromo de Parintins, Cirandódromo de Manacapuru, Ponta Negra (construção, em 1993, e primeira etapa de revitalização/reurbanização, em 2012);

Restauração total do Teatro Amazonas;

Restauração do Paço Municipal;

Maior parte da restauração do Mercado Adolpho Lisboa.

Segurança:

Criação e implantação da Delegacia da Mulher;

Criação e implantação do Batalhão de Cavalaria da PM;

Renovação da frota da Polícia Civil e Militar, com a entrega de 3.822 novas viaturas.

Esporte e Cultura:

Vila Olímpica de Manaus e Mini Vila Olímpica do Coroado;

O Festival Amazonas de Ópera, criou a Orquestra Filarmônica do Estado do Amazonas, a Orquestra de Cordas, a Orquestra de Câmara, a Big Manaus Band, o Festival Amazonas Jazz, Festival de Ópera, Corpo de Balé, Virada Cultural, o Largo São Sebastião;

Recuperação de 17 complexos esportivos.

Social:

5 Cozinhas Comunitárias implantadas na Capital;

Criação e Implantação do Disque-Mulher, call Center de atendimento;

O Bolsa Família Municipal (+ de 67 mil beneficiados), com serviço de cadastramento nos bairros, o Bolsa Família Itinerante;

Criou o Leite de Meu Filho, beneficiando mais de 90 mil crianças, reduzindo o índice de mortalidade infantil.

Trabalho, Emprego e Renda:

Defesa da Zona Franca de Manaus no Senado, garantindo a prorrogação do modelo para o Amazonas;

Implantou o 3º Ciclo no interior, beneficiando 32 municípios e 40 mil famílias interioranas foram contempladas com a distribuição de implementos agrícolas, abertura de vicinais e ramais para o escoamento da produção agrícola. Rabetas.

    • Governadoria

    • Órgãos e Entidades

    • Instituições

    • Vice - Governadoria