Seas inicia série de videoconferências sobre RMA voltada aos técnicos dos Cras

Foto: Miguel Almeida/Seas
Foto: Miguel Almeida/Seas

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), por meio da Gerência de Serviços Socioassistenciais e Ações Intersetoriais da Proteção Social Básica/DPSB, iniciou, na manhã desta terça-feira (04/08), uma série de videoconferências sobre Registro Mensal de Atendimento (RMA) voltada aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). O objetivo da ação é dar apoio técnico à equipe que atua nos municípios amazonenses.

Foram contempladas, nesta primeira etapa, três municípios do Alto Rio Negro: Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira. As videoconferências serão realizadas duas vezes na semana, por meio da Estação Conecta do Programa Criança Feliz. Os trabalhos estão sendo conduzidos pelas servidoras Edimara Travassos, assistente social e gerente do GSSAI; Heloana Passos, assistente social/supervisora; e Pauleni Viana, assistente social/assessora.

A programação se estenderá por todo o mês de agosto e início de setembro. As próximas calhas atendidas serão Alto Solimões, Médio Amazonas, Juruá, Rio Negro e Solimões, e Purus. Em setembro, serão atendidas as calhas do Baixo Amazonas e Madeira.

Números - O Amazonas possui 91 Cras, sendo 71 no interior e 20 na capital amazonense. Todos eles são acompanhados pela Gerência de Serviços Socioassistenciais e Ações Intersetoriais da Proteção Social Básica. A gerente do GSSAI, Edimara Travassos, explica que por conta da demanda dos municípios, o trabalho está sendo dividido por calhas.

O Registro Mensal de Atendimento é um formulário preenchido pelos Cras informando os serviços ofertados à população do município, quantitativamente, e posteriormente é encaminhado ao Ministério da Cidadania.