Wilson Lima conhece protótipo de respirador mecânico desenvolvido em parceria com empresa do Polo Industrial

FOTO: Maurílio Rodrigues / Secom
FOTO: Maurílio Rodrigues / Secom

Equipamento, considerado essencial no atendimento a casos graves de Covid-19, entrará em fase de testes e ajustes

O governador Wilson Lima retornou à Moto Honda da Amazônia, no Distrito Industrial, nesta terça-feira (14/04), para conhecer o protótipo de respirador mecânico desenvolvido em apenas 13 dias por um grupo formado por especialistas da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da indústria do segmento de duas rodas. A parceria foi firmada no dia 03 de abril com a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica.

“Esse equipamento é fundamental para a montagem das UTIs. Ele é literalmente o pulmão daquela pessoa que vai ficar agravada e precisar de uma internação, porque ele faz essa movimentação dos pulmões e ajuda nesse processo de desinflamação, então ele vai ser decisivo para salvar a vida dessas pessoas”, afirmou o governador, ao assistir à demonstração do funcionamento do aparelho.

De acordo com ele, todas as exigências foram seguidas no desenvolvimento do protótipo. “Esse protótipo aqui atende a todas as exigências da indústria, às exigências dos órgãos de controle, e naturalmente que a gente vai precisar de outras autorizações já em uma outra fase. Mas isso daqui é a esperança para o povo do Estado do Amazonas”, acrescentou.

O reitor da UEA, Cleinaldo Costa, explicou que o desenvolvimento do protótipo foi a primeira fase do projeto, que segue agora para a fase de testes para verificar a efetividade do respirador. Na ocasião, ele destacou a contribuição da universidade pública na iniciativa.

“Nesse momento, 13 dias depois, nós estamos aqui apresentando uma resposta à comunidade, apresentando uma resposta ao nosso governador de uma ação muito importante: o papel de uma universidade pública do Amazonas respondendo com qualidade, respondendo com ciência, junto com a indústria, à oportunidade de produzir um ventilador mecânico com as qualidades e com as funcionalidades mais modernas que existem hoje no mercado”, disse Cleinaldo Costa.

Parceria - A Moto Honda da Amazônia, maior fabricante de motocicletas do mundo, colocou à disposição do Governo do Amazonas uma equipe de profissionais e tecnologia para o desenvolvimento do respirador mecânico.

O protótipo, apresentado na fábrica da Moto Honda, incorpora as principais funcionalidades para atender aos requisitos médicos como a dosagem apropriada da mistura de ar e oxigênio, o ajuste da pressão máxima e mínima, além do controle de frequência da respiração.

As etapas seguintes consistem na integração eletrônica e digitalização dos comandos para garantir maior precisão e controle dos parâmetros e a realização de testes da equipe médica para aprovação e homologação do protótipo. Somente após superar essas etapas, será possível avaliar a viabilidade da produção do equipamento.

“Sabemos que a expectativa por uma solução rápida no combate ao novo coronavírus é muito grande e estamos avançando com responsabilidade. Ainda é cedo para falarmos em prazos e mesmo para confirmar a viabilidade da produção. Trata-se de um projeto complexo e a segurança das pessoas é a nossa prioridade”, afirma Julio Koga, Vice-presidente Industrial da Moto Honda da Amazônia.

Compra de respiradores – Wilson Lima também destacou que o Governo do Estado tem trabalhado em várias frentes para ampliar o atendimento aos pacientes acometidos por Covid-19. Paralelo ao desenvolvimento do protótipo, a gestão estadual está em tratativas para a compra de novos respiradores.

“Há uma briga mundial para que se consigam respiradores, insumos, Equipamentos de Proteção Individual, testes rápidos. O Estado do Amazonas também entra nessa disputa. Nós estamos, inclusive, junto com o Ministério da Saúde, tentando essas compras. Nós temos, para os próximos dias, equipamentos chegando aqui no Estado do Amazonas”, adiantou.