Detran-AM flagra 53 motoristas dirigindo sob efeito de álcool no final de semana, em Manaus

FOTO: Divulgação/Detran-AM
FOTO: Divulgação/Detran-AM

 

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) realizou 707 testes de alcoolemia no último final de semana, flagrando 53 motoristas dirigindo sob efeito de álcool, em Manaus. A fiscalização é realizada por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) do Detran-AM, Polícia Civil e do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), entre o sábado (21) e a madrugada desta segunda-feira (23/09).

Um total de 2.004 veículos foram fiscalizados durante a operação, dos quais 25 foram removidos por diversas irregularidades, sendo sete motos e 18 carros. Os agentes aplicaram 139 multas a motoristas que infringiram algum tipo de norma do trânsito.  Ainda durante a fiscalização, 20 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs) e 50 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) foram recolhidas.

A fiscalização foi realizada em diversos bairros da capital, entre eles o Nossa Senhora das Graças, no Conjunto Vieiralves, Mauazinho, e Tarumã. As equipes atuam de forma itinerante, de acordo com estratégia do setor de inteligência do Sistema de Segurança.

O objetivo da ação é promover a ordem e bem-estar social no trânsito, além de eventuais autuações quanto ao cometimento de infrações penais. A ação integrada faz parte da estratégia do Sistema de Segurança Pública do Governo do Amazonas para a redução dos índices de criminalidade e ocorrências no trânsito. Os veículos recolhidos foram removidos para o Parqueamento do Detran-AM, localizado no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus, até que os proprietários regularizem as pendências.

Lei Seca – De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a multa para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70. Pela Lei Seca, todos os motoristas flagrados em fiscalizações têm direito a ampla defesa, até que a CNH seja efetivamente suspensa. Se o condutor voltar a cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.