Polícia Civil prende motorista de ônibus denunciado por descumprir medidas protetivas

A Polícia Civil do Amazonas cumpriu, na noite de domingo (10/02), por volta das 22h30, no prédio da unidade policial, situada no bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul de Manaus, mandado de prisão preventiva em nome de um motorista de ônibus de 45 anos. Ele foi denunciado por descumprir medidas protetivas impostas a ele, em benefício da ex-companheira dele, uma mulher de 32 anos. A ação foi realizada por meio da equipe da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM).

De acordo com a delegada Débora Mafra, titular da especializada, na noite de domingo (10/02), por volta das 22h, o indivíduo foi até à casa da ex-companheira dele, situada no bairro Nova Esperança, zona oeste de Manaus. Conforme a delegada, imediatamente, a vítima acionou policiais militares, que foram até o local do fato e conduziram o infrator até o prédio da DECCM.

“Em depoimento, a vítima relatou que foi casada com o indivíduo por dez anos e que eles estão separados há quatro anos. O motorista teria ido até à casa dela para buscar documentos, mas ele só poderia fazer isso intermediado pela presença de terceiros, para não descumprir as medidas protetivas em benefício da vítima. Durante os procedimentos cabíveis, constatamos, em aberto, a existência de mandado de prisão preventiva pela mesma prática em nome do infrator”, relatou Mafra.

A titular da DECCM explicou que, por volta das 22h30 de ontem (10/02), os policiais civis lotados na especializada cumpriram a ordem judicial, expedida no dia 27 de setembro de 2018, pela juíza Eline Paixão e Silva Gurgel do Amaral Pinto, do 2° Juizado Especializado da Violência Doméstica (Maria da Penha).

Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o infrator será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.