Obra de revitalização da estação de tratamento de esgoto do Conjunto Lula é finalizado após intermediação da Arsam

FOTO: DIVULGAÇÃO/ARSAM
FOTO: DIVULGAÇÃO/ARSAM


Nesta segunda-feira (16/04), os moradores da primeira etapa do Conjunto Lula, na zona leste de Manaus, agradeceram a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), por ter sido a intermediadora da obra de revitalização da estação de tratamento de esgoto no local.
Entre os sinistros causados por uma forte chuva no ano 2017, a estação do conjunto teve parte da área comprometida devido ao deslizamento do solo. Os moradores do local contataram a Arsam, que, na ocasião, ainda detinha o contrato de concessão com a Prefeitura de Manaus no que concerne aos serviços prestados pela concessionária Manaus Ambiental à capital. Após a denúncia, a equipe técnica da Arsam esteve no local para verificar os danos e assim tomar as providências cabíveis.
A conclusão da obra, segundo os moradores, ocorreu nesta primeira quinzena de abril e com a finalização entraram em contato com o diretor-presidente da Arsam, Walter Cruz, para agradecer o trabalho realizado em prol da comunidade.
Para a dona de casa, Vanessa Cunha, a obra foi a solução esperada pelos moradores. “Quando ocorreu o deslizamento, a caixa de tratamento ficou comprometida e nós ficamos preocupados porque poderia ter um vazamento maior e com mau cheiro. Mas, graças à Arsam, foi resolvido e agora a obra está muito boa e não temos mais que nos preocuparmos se a estação irá cair.”
O engenheiro da Arsam, Jorge Caresto, foi até a comunidade para verificar o término da obra e saber se a população estava realmente satisfeita com o serviço prestado. “Nós tínhamos que verificar se obra estava realmente viável à comunidade, por mais que não tenhamos mais o contrato de concessão com a prefeitura, mas como havíamos iniciado o processo era viável para nós sabermos o resultado final”.