O embaixador do Canadá no Brasil, Riccardo Savone, realizará a palestra ‘Venha conhecer o Canadá’ para os 48 mil estudantes de três mil comunidades rurais

O embaixador do Canadá no Brasil, Riccardo Savone, realizará nesta sexta-feira, 4 de março, a palestra “Venha conhecer o Canadá”, para os 48 mil estudantes de três mil comunidades rurais nos 62 municípios do Amazonas que fazem parte do projeto “Ensino Presencial com Mediação Tecnológica”, do Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, estará acompanhando a palestra.

De acordo com o embaixador Savone, a missão oficial ao Estado do Amazonas tem como objetivo conhecer melhor o Estado e identificar as oportunidades de maiores colaborações. “O Canadá tem muito interesse em estreitar as relações com o Estado do Amazonas, especialmente na área de educação. O Canadá e o Estado do Amazonas compartilham de um fato interessante, uma extensão geográfica similar, que faz com que ambos busquem soluções criativas para encurtar as distâncias e oferecer serviços públicos às comunidades mais remotas”, destaca.

Em sua primeira visita oficial ao Estado do Amazonas desde a última quinta-feira, dia 3, o objetivo da visita do embaixador do Canadá ao Amazonas é fortalecer as relações bilaterais com o Estado em áreas como defesa e economia, além de estimular ainda mais as colaborações na área de educação, através de intercâmbios e pesquisas bilaterais entre as instituições amazonenses e canadenses.

Nesta missão, o embaixador Savone estará acompanhado pela ministra-conselheira do Setor Político, Alison Grant, e do attaché de Defesa, capitão Reál de Brisson, representantes do corpo diplomático da Embaixada do Canadá em Brasília.

No final do dia de ontem, o embaixador esteve presente no embarque de 19 estudantes da rede pública estadual para um intercâmbio no Canadá através do Programa Amazonas Bilíngue.

Aulas via satélite - O Centro de Mídias de Educação do Amazonas está localizado no bairro do Japiim (zona centro-sul de Manaus) em prédio anexo à Seduc. O Centro é equipado com estúdios de TV de onde uma equipe de professores (especialistas, mestres e doutores) ministra as aulas que são transmitidas via satélite e acompanhadas pelas comunidades rurais amazonenses.

Para que os estudantes tenham acesso às aulas ministradas a partir do Centro de Mídias, o Governo do Estado contratou serviço especializado de comunicação via satélite nas comunidades rurais em que há o projeto.

O conteúdo das dez disciplinas é ministrado em módulos e a carga horária é a mesma do Ensino padrão, com 800 horas/aula anuais, conforme prevê a Lei 9.394/96, de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).