Ipaam busca locais para aterros sanitários

 Benjamin Constant, Atalaia e Tabatinga recebem a visita do presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Antonio Ademir Stroski, neste fim de semana, dias 7 e 8 de julho.

 O objetivo da viagem é apoiar as prefeituras nos trabalhos de identificação de áreas para a instalação de seus aterros sanitários e para definir outros procedimentos referentes à biorremediação dos atuais lixões com vistas à gradual desativação dos mesmos.

 O presidente Stroski considera que em Tabatinga o trabalho de definir local para o aterro sanitário será mais difícil porque o município apresenta uma geografia bem restritiva com áreas de pouca altura, limites de fronteira, limites com rio, terras do Exército e terras Indígenas. Autazes e Codajás são menos problemáticos nesse sentido, entretanto possuem mais de um lixão para ser eliminado.

As viagens do presidente do Ipaam ao interior para orientar os municípios quanto à destinação final de resíduos sólidos deve-se ao prazo estabelecido pela Política Nacional de Resíduos para o fim dos lixões em todo o Brasil e a completa instalação dos aterros sanitários  até agosto de 2014.