Multas de trânsito diminuíram nos primeiros cinco meses de 2012

As multas por embriaguez subiram de nono para quinto lugar entre as infrações de trânsito mais cometidas no Amazonas, no período entre janeiro e maio deste ano. Neste período, 406 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados, 20% a mais que no mesmo período do ano passado, quando foram registradas 337 multas por embriaguez. O número de motoristas autuados por desrespeitar a Lei Seca aumentou, mas, no geral, o volume de multas por infrações de trânsito diminuíram. Foram 8.806 multas aplicadas entre janeiro e maio deste ano contra 11.599 registradas no mesmo período do ano passado.

A diretora presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-Am), Monica Melo, explica que o volume de multas por embriaguez aplicadas pelo Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (NEOT) cresceu principalmente devido ao fato de que nas blitze realizadas neste período, todos os motoristas terem sido submetidos ao teste alcoolemia. “Nós estamos otimizando as abordagens. Todos os condutores de veículos abordados nas blitzes realizadas nos fins de semana e à noite são convidados a realizar o teste do etilômetro (bafômetro) e com isso nós tivemos uma capacidade de autuação e abordagem mais eficiente e, portanto, bastante otimizada”, afirma.

A expectativa da diretora presidente do Detran é que o trabalho do órgão se torne ainda mais ágil quando o talão eletrônico entrar em vigor. O talão eletrônico está em fase de homologação pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). “Nós teremos, a partir daí, maior eficiência, com a celeridade no preenchimento do auto de infração. Com isso vamos aumentar nossa capacidade abordagem e autuação”, prevê.

Com o talonário eletrônico, o tempo entre a abordagem e a liberação do veículo ou autuação do condutor cai de 10 minutos para cerca de dois minutos, com a vantagem de que não há como o trabalho não ser concluído. Feita a abordagem e a consulta ao sistema, o agente terá que multar se houver irregularidade. “Não há como o motorista ser liberado se estiver irregular porque o sistema já terá registrado que houve a consulta e que o veiculo ou o motorista estavam irregulares. Se for liberado sem que haja a autuação o agente será responsabilizado”, explica Mônica Melo.

No topo da lista de multas aplicadas neste período está a direção de veículos sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), igual ao que ocorreu no ano passado, só que neste ano caiu o número de motoristas autuados. Em 2011, foram 2.421 condutores multados. Neste ano foram 1.740. A segunda infração que mais gerou multa foi o licenciamento em atraso e, na sequência, dirigir sem os documentos de porte obrigatório. Embriaguez saltou de nono para quinto lugar entre as infrações mais cometidas pelos motoristas de Manaus, nos primeiros cinco meses deste ano.

O total de multas aplicadas nos primeiros cinco meses deste ano gerou uma arrecadação de R$ 393.422,51. Esses recursos são aplicados pelo Detran nas campanhas de educação e fiscalização de trânsito e na sinalização das rodovias estaduais.