Governador Omar Aziz lança internet banda larga nas escolas de Manaus

Foto - Alex Pazuello / AGECOM
Foto - Alex Pazuello / AGECOM

O Programa Amazonas Digital, por meio do qual o Governo do Amazonas disponibiliza internet gratuita à população, começou a ser implantado nesta quarta-feira, 06 de junho, pelo Governo do Amazonas nas escolas estaduais da capital. Pela manhã, o governador Omar Aziz e a presidente do Fundo de Promoção Social, a primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz, participaram do lançamento do programa na Escola Estadual de Tempo Integral Irmã Gabrielle Cogels, no Puraquequara, zona leste, uma das nove primeiras escolas contempladas pelo Amazonas Digital. Segundo o governador, a meta é estender nos próximos meses para todas as unidades educacionais do Estado.

Omar Aziz afirmou que o programa se torna importante à medida que permite à população o acesso à internet banda larga, considerando que o serviço ainda é precário no Estado.  Segundo o governador, grande parte da cidade de Manaus ainda não possui banda larga, porque o investimento é alto para as empresas que não veem compensação na relação custo benefício. “Aqui no Puraquequara, por exemplo, um bairro distante, é difícil o acesso à internet. E não é só o aluno que pode acessar, mas toda a comunidade ao redor da escola”, disse o governador. O sinal wireless (Wi-Fi) da rede Amazonas Digital pode ser acessado num raio de 150 metros no entorno das escolas.

A partir da implantação do programa, alunos e comunidade podem ter acesso gratuito à internet sem fio, por meio de aparelhos móveis pessoais como laptop, notebook, celular, tablet, entre outros aparelhos. O usuário deve se conectar na rede Amazonas Digital, através de aparelho móvel, com capacidade para internet Wi-Fi, fazer seu cadastramento prévio (fornecendo no login  número de CPF e nome completo).

O governador Omar Aziz solicitou à empresa Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam), responsável pela operacionalização do Amazonas Digital, a simplificação do processo de cadastramento no caso dos estudantes, que não possuem CPF. “Pode ser por meio do comprovante de matrícula”, sugeriu o governador.

Para acessar, o usuário deve realizar o cadastro por meio da tela inicial do Amazonas Digital, que fica disponível no equipamento que acessa internet por tecnologia Wi-Fi. No campo “Cadastre-se”, o usuário deve preencher os campos com o nome, sobrenome e CPF e criar uma senha de oito caracteres. Após finalizar o cadastro, o usuário estará apto para realizar o primeiro acesso. Nos acessos seguintes, é necessário apenas inserir o CPF e a senha cadastrados.

O programa Amazonas Digital, que tem a missão de facilitar o acesso da população à internet e a novas tecnologias, a fim de promover a inclusão digital do cidadão, já possui 30 pontos de acesso na capital, incluindo escolas, Centros de Convivência, praças públicas e os serviços de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs), e outros 100 no interior do Estado. A meta do Governo do Estado é chegar a 500 pontos até 2013, segundo informou o diretor da Prodam, Tiago Paiva.

O Amazonas Digital é coordenado pelas Secretarias de Estados de Planejamento (Seplan), Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Educação (Seduc) executado pela empresa Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam). De acordo com o secretário estadual de Educação, Gedeão Amorim, no âmbito do processo educacional, o programa será importante para dinamizar o processo de ensino e disseminar o uso de novos tecnologias em prol da educação.

O secretário explica que na primeira fase de implantação, o sistema entrará em funcionamento em nove Escolas Estaduais localizadas em diferentes zonas da cidade – E. E. Prof. Sebastião Augusto Loureiro Filho, bairro Santa Etelvina; E. E. Prof. Otávio Mourão, bairro Santa Etelvina; E. E. Ana Lúcia de Moraes Costa e Silva, bairro Novo Israel; E. E. Frei Mário Monacceli, bairro Alfredo Nascimento; E. E. T. I. Irmã Gabriella Cogels, bairro Puraquequara; C. E. T. I. Áurea Pinheiro Braga, bairro Compensa 2; E. E. Padre Agostinho Martin, bairro São Francisco; E. E. Gilberto Mestrinho, bairro Colônia Antônio Aleixo; E. E. Roxana Pereira Bonessi, bairro Colônia Oliveira Machado. O cronograma de implantação será executado pela equipe técnica da Prodam.

“A partir desta ação, iremos aumentar de forma significativa o alcance do Programa, que já está na capital e no interior”, frisou Tiago Paiva. No interior, o sistema está em funcionamento em 15 municípios – Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Japurá, Eirunepé, Boca do Acre, Carauari, Tefé, Coari, Barcelos, Humaitá, Manicoré, Manacapuru, Maués, Itacoatiara e Presidente Figueiredo.

Para expandir a banda larga no interior, o Governo do Amazonas trabalha um projeto que pretende utilizar a rede de fibra ótica do Gasoduto Coari-Manaus nos municípios sob influência do empreendimento. O mesmo vai acontecer com os municípios do Baixo Amazonas, por onde passará o Linhão de Tucuruí. Municípios da região do Madeira, por onde passa a rede de fibra ótica da Embratel e outros sob influência da rede de fibra ótica que vem da Venezuela, implantada recentemente pela operadora Oi, também serão beneficiados com o projeto.

Aula em 3D – Durante o lançamento do programa Amazonas Digital, o governador Omar Aziz e a presidente do FPS, Nejmi Aziz, assistiram a uma demonstração do uso da tecnologia 3 D em sala de aula. A ferramenta já vem sendo utilizada nas aulas de ciências na Escola Gabriele Cogels e permite ao aluno uma forma diferenciada de aprender sobre o corpo humano, os processos químicos e outros ensinamentos. A sala digital é composta por equipamento de TV com tecnologia 3 D e os óculos especiais para assistir às aulas.

SERVIÇO:

Onde o Programa Amazonas Digital já está disponível:

Centros de Convivência: Centro Estadual de Convivência do Idoso, na rua Wilkens de Matos, no bairro Aparecida, zona Central de Manaus; e Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, na Avenida Brasil, s/nº, Santo Antônio, zona oeste; Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignolia, rua Gandu, nº 119, Núcleo 08, no bairro Cidade Nova II, zona Norte; Centro Estadual de Convivência da Família Theonizia Lobo, rua Penetração III, Mutirão, no bairro Amazonino Mendes, zona Norte; Centro Estadual de Convivência da Família Maria de Miranda Leão, rua Loris Cordovil, no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste; Centro Estadual de Convivência da Família André Araújo, na rua 5, no bairro Raiz, zona Sul; Centro Estadual de Convivência da Família 31 de Março, rua 21 s/nº, no bairro Japiim, zona Centro-Sul. 

Praças públicas: Praças da Polícia e São Sebastião; Prosamim – Igarapé de Manaus, Parque Jeferson Péres, Mestre Chico, Alvorada e São Raimundo.

PACs: São José (Shopping Uai, 2° Piso, Bairro São José I); Compensa (Av. Brasil, n°1325- Compensa I); PAC Porto (Rua Marquês de Santa Cruz, s/n, Armazém 10 do Porto de Manaus – Centro); Cidade Nova (Av. Noel Nutels, n°1350 – Cidade Nova I);Alvorada (Av. Desdor João Machado, n°4.922 – Alvorada); e PAC Educandos (Av. Beira Mar, s/n – Educandos).

Escolas – E. E. Prof. Sebastião Augusto Loureiro Filho, bairro Santa Etelvina; E. E. Prof. Otávio Mourão, bairro Santa Etelvina; E. E. Ana Lúcia de Moraes Costa e Silva, bairro Novo Israel; E. E. Frei Mário Monacceli, bairro Alfredo Nascimento; E. E. T. I. Irmã Gabriella Cogels, bairro Puraquequara; C. E. T. I. Áurea Pinheiro Braga, bairro Compensa 2; E. E. Padre Agostinho Martin, bairro São Francisco; E. E. Gilberto Mestrinho, bairro Colônia Antônio Aleixo; E. E. Roxana Pereira Bonessi, bairro Colônia Oliveira Machado.

Fotos

mais imagens

Áudios

  • Governador Omar Aziz lança internet banda larga nas escolas de Manaus

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

  • mais áudios