Técnicos do Prosamim derrubam construção irregular

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em cumprimento à autorização administrativa expedida pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), engenheiros e técnicos do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) derrubaram, na manhã desta terça-feira (13), a construção irregular de um muro localizado em um terreno de 1.571,34m2, na rua Maués, bairro Cachoeirinha. O Governo do Estado estuda novas medidas para evitar novas invasões de áreas onde haverá intervenções do Programa.

O muro derrubado começou a ser erguido no dia 17 de fevereiro de 2012. Na mesma data, ao saber dos trabalhos na área, técnicos do Programa foram ao local e informaram aos responsáveis pela obra que a construção era ilegal, pois a área pertence ao Estado, conforme Decreto 24.868, de 23 de março de 2005. Como a solicitação de retirada do muro não foi atendida, a obra foi derrubada.

O Prosamim também derrubou um muro irregular no último sábado, dia 10 de março, que foi erguido entre as ruas Humaitá e Borba, que circundava uma área de 280,98m2. O responsável pela obra alegou que invadiu o terreno porque o mesmo estava servindo de local para consumo de drogas e não apresentou resistência alguma à ação do Programa.

Técnicos do Programa estão atualmente fazendo a reintegração de posse e fiscalização de 14 terrenos, já desapropriados e que estão na zona sul da cidade.

De acordo com o chefe da Engenharia do Prosamim, o Estado está estudando a viabilidade de construção de muros ao redor de terrenos já desapropriados para evitar invasões. “Estão arrancando e retirando do local os tapumes que colocamos para cercar áreas já desapropriadas. Possivelmente tenhamos que construir muros”, disse ele.