Novo Centro de Comando e Controle Integrado vai otimizar ações de segurança pública a partir de 2012

Foto: Roberto Carlos
Foto: Roberto Carlos

A reformulação do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) avançará em 2012 na execução do projeto que vai substituir a unidade pelo Centro de Comando e Controle Integrado (CCI), que abrigará todos os sistemas de atendimento e monitoramento das diversas forças de segurança do Estado. O projeto para implantação do complexo, que integra o planejamento do Governo do Amazonas para o programa Ronda no Bairro, criado pelo governador Omar Aziz, está em fase de avaliação de custos pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

A informação é do coronel Raimundo Oliveira Filho, diretor do Ciops, que na manhã desta terça-feira (27) apresentou balanço das operações do Centro Integrado de Operações de Segurança em 2011.

Conforme planejamento da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), no novo CCI serão instaladas bases de serviços das três esferas de governo, como o teleatendimento da Polícia Militar (190), do Serviço Móvel de Urgência (Samu-192), Corpo de Bombeiro (193), Polícia Civil, Defesa Civil Municipal e Polícia Federal, entre outros. O novo centro também terá sala de monitoramento de câmeras e de gestão de crise. Além de atender o planejamento do Ronda no Bairro, o CCI atende protocolo da Fifa relacionado à estratégia de segurança pública para o período da Copa do Mundo de 2014.

O projeto do complexo do CCI prevê a construção de um prédio de quatro andares na área atrás do Ciops, na avenida André Araújo, no Aleixo, zona centro-sul. “A partir deste complexo, as ações de segurança contarão com tecnologia de ponta do ‘video wall’, que permite a visualização em tempo real das imagens geradas pelas câmeras de monitoramento da cidade e também imagens das câmeras de dentro das viaturas do Ronda no Bairro”, reforçou o coronel. O CCI terá três “video wall”, que são telas de monitoramento com quatro, seis e oito metros de comprimento e que permitem melhor visualização das imagens geradas pelas câmeras de segurança.

O diretor do Ciops informou que o Governo do Amazonas já deu o primeiro passo para implantação do CCI, com a instalação de uma das três torres que vão formar o novo circuito de rádio-comunicação das polícias Civil e Militar, com total cobertura na capital e parte da região metropolitana. Segundo Oliveira Filho, o projeto prevê ainda a aumento no número de câmeras de monitoramento e, consequentemente, a ampliação da capacidade operacional do Sistema de Segurança do Estado. “Além de gerar um controle absoluto sobre todos os pontos da capital e região metropolitana o CCI vem com a meta de reduzir o tempo de atendimento das ocorrência”, completou.

Toda ampliação do sistema de comando, controle e monitoramento da segurança será adequada às demandas da região. O desenvolvimento do sistema conta com o apoio da empresa Processamento de Dados Amazonas (Prodam), conforme acrescentou Oliveira Filho. “A tecnologia agregada ao CCI terá DNA amazonense”, disse.