Governo do Amazonas lança campanha de doação de leite e anuncia novas unidades de saúde

http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20110812181256foto__alex_pazuello_3.jpg
http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20110812181256foto__alex_pazuello_3.jpg

O governador Omar Aziz anunciou na manhã desta sexta-feira, dia 12 de agosto, que pretende iniciar, em breve, a construção de um hospital e pronto-socorro de 200 leitos na zona Norte e de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos. Seus dois principais compromissos de campanha para área de saúde, junto com a melhoria do sistema de atendimento, deverão sair do papel até o fim deste ano e ficar prontos antes do final de seu governo.

A afirmação foi feita durante o lançamento da campanha de incentivo à doação de leite materno, lançada pela Secretaria Estadual de Saúde, que tem como principal incentivadora a primeira-dama Nejmi Aziz. No evento, realizado no Instituto da Mulher Dona Lindu, Nejmi foi homenageada com o título de madrinha dos bancos de leite do Estado e assumiu o compromisso de estar à frente da campanha “Tem gente que tem o peito cheio de amor”, cujo objetivo é aumentar o estoque de leite humano para distribuição aos bebês prematuros internados em hospitais e maternidades.

Ainda nesta sexta-feira, o governador deve reunir-se com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, para discutir os últimos detalhes dos novos projetos para a saúde, que também incluem a conclusão do projeto de construção das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital e interior. “Vamos definir orçamentos para as obras, as prioridades e uma série de outras ações que vamos tomar nos próximos meses e para o próximo ano”, disse Omar, destacando que ainda busca um local para a clínica de reabilitação. Já o novo hospital da zona Norte está previsto para ser construído no terreno da Expoagro, em Santa Etelvina.

Segundo o governador, os investimentos não se restringem às obras, mas também na capacitação de recursos humanos. “Não basta ter grandes unidades. É preciso que a população tenha um bom atendimento, e para isso é preciso que os recursos humanos estejam incentivados para trabalhar. Nós vamos cada vez mais investir em recursos humanos, em novas estruturas e no atendimento, para que as pessoas saiam satisfeitas”, disse Omar Aziz.

\"\"

Sobre a clínica de reabilitação, o governador reconheceu o trabalho que é feito hoje por entidades sem fins lucrativos, mas admite que o Estado deve fazer a sua parte. “O Estado precisa ter uma clinica de reabilitação com atendimento de ponta. Eu espero até o fim do meu governo construir e entregar à população”.

Ato de amor – A primeira-dama Nejmi Aziz ressaltou a importância da doação de leite materno. Durante o evento de lançamento da campanha, ela e o governador entregaram o troféu para mulheres que se destacaram na doação aos bancos de leite estadual. As campeãs foram Cristina Gomes Almeida e Marieta dos Santos.

“Doar leite é um ato de amor, pois ajuda a salvar vidas”, disse a primeira-dama. Tanto ela quanto o governador ressaltaram em seus discursos a importância da amamentação para uma vida saudável e prevenção da mortalidade infantil. Nejmi lembrou que o Amazonas obteve avanços grandes no combate a mortalidade infantil. Nos últimos 25 anos, a taxa caiu de 40 mortes para cada grupo de 1 mil nascidos vivos para 17.

\"\"

Novo banco de leite – A primeira-dama ressaltou que os bancos de leite do Amazonas produzem acima da média nacional, mas os estoques deverão aumentar ainda mais com a campanha e a inauguração do terceiro banco de leite estadual, que irá ser instalado na maternidade Azilda Marreiro, no próximo dia 30.

Omar Aziz reforçou a previsão anunciando que vai estender os bancos de leite para o interior do Estado. Atualmente estão sendo produzida uma média de 150 litros de leite por mês nos bancos das maternidades Ana Braga e do Instituto da Mulher.

Benefícios da amamentação – De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, crianças amamentadas com leite materno adoecem 25 vezes menos por diarreias e 14 vezes menos por pneumonia. O leite também reduz alergias e infecções e diminui os riscos de doenças como diabetes. “O resultado é mais qualidade de vida e redução dos índices de mortalidade infantil”, afirmou.

Orientação – A campanha inclui a distribuição de material gráfico (cartazes, folhetos e banners) nas unidades de saúde, empresas, escolas e associações comunitárias. Além de destacar a importância do leite materno, o material orienta as doadoras sobre a forma correta de coletar o leite a ser doado.

\"\"

As interessadas em doar leite podem ligar para os telefones 3249-6823 ou 3249-6824 (maternidade Ana Braga) e 3236-7899 ou 3214-1135 (Instituto da Mulher). Após análise e pasteurização nos bancos de leite, é feita a distribuição para hospitais e maternidades da rede pública e privada. Aproximadamente, 600 crianças são beneficiadas todos os meses com o leite das voluntárias. Para isso, cerca de 280 mães fazem doações semanais regulares. Em dois anos, os dois bancos contaram com adesão de 3.145 mulheres.

O Governo do Estado também está incentivando a instalação de Salas de Amamentação nas empresas, com o objetivo de garantir a continuidade do aleitamento, após a licença maternidade. Uma oficina de sensibilização foi realizada no início do mês com diversas empresas do Distrito Industrial. A Phillips do Brasil, primeira a aderir à campanha, ao instalar o espaço reservado à amamentação na empresa, também foi homenageada no lançamento do evento.

Siga o @governoamazonas no Twitter!