Seduc promove seminário sobre Magistério Indígena em São Gabriel da Cachoeira

http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20110725185056atividades_de_formacao_sao_desenvolvidas_de_forma_rotineira_pela_seduc.jpg
http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20110725185056atividades_de_formacao_sao_desenvolvidas_de_forma_rotineira_pela_seduc.jpg

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realiza nesta semana, no município de São Gabriel da Cachoeira (distante 852 km de Manaus), o seminário “Magistério Indígena: O que temos e o que queremos”. O evento é destinado aos professores indígenas do Amazonas e contará com a participação de representantes de várias etnias e de técnicos do Ministério da Educação (MEC).

Realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura de São Gabriel da Cachoeira, o seminário será direcionado aos professores indígenas dos polos de Baniwa e Coripaco, Yanomami, Tukano, Nheengatü e Hup’dah. Conforme seus idealizadores, a formação contemplará discussões sobre o curso de “Magistério Indígena em nível de Ensino Médio”, abordando sua composição curricular, competências, diretrizes e metodologias.

De acordo com a gerente de Educação Indígena da Seduc, professora Alva Rosa Lana Vieira, o seminário suscitará uma ampla discussão acerca dos rumos do magistério indígena, formatando uma versão direcionada às necessidades reais de cada povo.

Nesta segunda-feira, dia 25 de julho, a abertura do seminário contou com as palestras: “Legislação Brasileira: As bases legais que amparam a Educação Escolar Indígena”, ministrada pelos representantes do Conselho Estadual de Educação Indígena, Ely Macuxi e Amarildo Munduruku; “Educação Indígena e Educação Escolar Indígena”, ministrada pelo professor Domingo Sávio Camico e “Política Educacional para as comunidades indígenas”, esta última, proferida pelo representante do Ministério da Educação, Gersem Baniwa.

Na terça-feira, dia 26, no segundo dia de atividades, o seminário contará com as palestras: “Experiências do Magistério Indígena de São Gabriel da Cachoeira”, ministrada pelos professores Bosco Marinho e Donato Vargas, e “Programa de Formação de Professores Indígenas em Magistério (Projeto Pirayawara)”,ministrada pela gerente de Educação Indígena da Seduc, Alva Rosa Lana Vieira e pela técnica em Educação, Neide Maria da Silva.

Na quarta-feira, dia 27, de acordo com a programação, o seminário será concluído comum debate sobre as ações definidas durante o evento, além da avaliação das propostas levantadas pelos grupos de estudo nas discussões específicas.

Projeto de formação – Como forma de assegurar a permanência da população indígena na escola, em suas próprias comunidades, o Governo do Estado põe em prática uma série de medidas, entre as quais a formação específica de professores por meio do projeto Pirayawara. Pelo projeto, a Seduc capacita professores indígenas para a atuação em escolas que, em sua maioria, ficam localizadas nas próprias aldeias.

As ações e programas desenvolvidos pelo Governo do Amazonas também asseguram condições para valorização da cultura indígena. Diferenciado, específico, intercultural e comunitário, o projeto de formação, segundo a Seduc, já está presente em mais de 50 municípios.

Siga o @governoamazonas no Twitter!