Andrade Gutierrez ganha licitação para construir Arena Amazônica

http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20100304175701epitaciocopa2014400.jpg
http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20100304175701epitaciocopa2014400.jpg

A Construtora Andrade Gutierrez foi escolhida na quinta-feira, 4, pela Comissão Geral de Licitação do Amazonas (CGL-AM), para construir a Arena Amazônica, que será usada para a disputa dos jogos da Copa do Mundo de Futebol de 2014 em Manaus e exigirá um investimento de R$ 499.508.704,17.
 
De acordo com o presidente da CGL-AM, Epitácio Neto, a concorrente – Odebrecht – tem, a partir da publicação da decisão no Diário Oficial do Estado, o que deverá ocorrer na segunda-feira, 8, cinco dias para recorrer. Caso não haja recurso, a escolhida deverá iniciar os trabalhos ainda no mês de março.

“Na última semana, a comissão se dedicou integralmente a avaliar a integridade das documentações. Conseguimos julgar de forma ágil e rápida”, destacou Neto.

Presente ao ato, o diretor comercial da Andrade Gutierrez, Márcio Andrade, lembrou que a empresa já trabalhou em importantes obras na região como, por exemplo, o Prosamim e, na década de 60, na implantação da estrada BR 319, entre outras.

“Esta será uma obra grandiosa. Estamos no Amazonas há 43 anos, realizando diversos projetos em infra-estrutura com a convicção de que as obras representam importantes benefícios à população”, destacou.

Ele lembrou, ainda, que a primeira etapa das obras da arena será a demolição do antigo estádio Vivaldo Lima. Segundo ele, o início dos trabalhos só depende da homologação e posterior liberação da ordem de serviço por parte do Governo do Amazonas.

“Essa obra deverá gerar cerca de dois mil empregos e beneficiará os profissionais do estado”, completou.

Acompanhe as notícias do Governo do Amazonas no twitter.