28 de Agosto vai ser transformado em complexo hospitalar e maternidade

http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/2008070813335728-AGO-WEB.jpg
http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/2008070813335728-AGO-WEB.jpg

O Pronto-Socorro 28 de Agosto, o mais antigo da rede estadual, vai ser reestruturado e terá duplicada sua capacidade instalada, transformando-se no maior complexo hospitalar de urgência e emergência da região Norte, com 15 mil metros quadrados e 528 leitos. O anúncio foi feito pelo secretário de estado da Saúde, Agnaldo Costa, que estima a conclusão das obras no período de um ano. Segundo ele, a inauguração está programada para o dia 28 de agosto de 2009, quando o hospital completa 23 anos. 

A atual estrutura do pronto-socorro, onde são atendidos em média 800 pacientes por dia, será substituída por um prédio moderno de seis andares. Como anexo, será construída uma maternidade para atendimento de casos de alto risco e urgências ginecológicas. De acordo com o secretário o projeto de construção já está na Comissão Geral de Licitação (CGL) e exigirá do Governo do Estado um investimento de aproximadamente R$ 62 milhões.

O diretor-geral do PS 28 de Agosto, César Cortez, explica que a nova estrutura abrigará o primeiro Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da Amazônia Ocidental, e permitirá a oferta de novas especialidades médicas, como a neurologia e a cardiologia. O CTQ terá sala de cirurgia própria e todos os serviços necessários ao atendimento a pessoas com queimaduras graves, como baoneoterapia (banho dos queimados, quando é aplicada uma anestesia geral no paciente) e cinesioterapia (terapia pelo movimento).

No térreo do novo prédio funcionarão os serviços de urgência e emergência, com seis consultórios clínicos, 33 leitos para observação cirúrgica, 33 para observação clínica, reanimação com seis leitos, sala de politrauma e o setor de imaginologia, onde serão realizados exames como raio X, ultrassonografia, ecocardiograma e tomografia. O primeiro andar será destinado a um centro cirúrgico com seis salas e serviço de hemodinâmica, além de uma sala com recuperação anestésica e UTI, que terá 40 leitos, o dobro do que existe atualmente. Os leitos de internação estarão distribuídos entre os três últimos andares e a área administrativa funcionará no subsolo.

Segundo César Cortez, as obras começam pelo prédio de seis andares, que será construído no terreno que fica ao lado da atual estrutura. “A população não terá qualquer prejuízo em relação ao atendimento”, assegura. Quando os primeiros andares estiverem concluídos, os serviços serão transferidos e a maternidade começa a ser construída. “Tudo será novo, dentro de uma concepção moderna e atendendo às exigências do Ministério da Saúde em relação à qualidade dos serviços e à biossegurança”, destacou.

A maternidade terá dois andares de 129 leitos, além de UTIs neonatal e materna, com 10 leitos cada. Com a inauguração da unidade, segundo o diretor, além das mulheres gestantes, serão atendidas as que apresentarem problemas ginecológicos, como hemorragias. “Também será o primeiro serviço deste tipo oferecido pela rede estadual de saúde”, disse o diretor.  

Para o secretário Agnaldo Costa a construção do novo 28 de Agosto é um sonho antigo dos profissionais de saúde e da população e está no contexto da reestruturação e ampliação da rede de saúde do Amazonas. Além do 28 de Agosto serão reformados e ampliados os pronto-socorros João Lúcio e Platão Araújo, ambos na zona Leste. Também será inaugurado na Cidade Nova, zona Norte, o SPA e Policlínica Danilo Corrêa, para atendimento de urgência e emergência e especialidades médicas.

Complexo Hospitalar 28 de Agosto

Subsolo: setor administrativo

Térreo: serviço de urgência e emergência, 6 consultórios clínicos, 96 lugares para atendimento clínico, 33 leitos de observação clínica, 33 leitos de observação cirúrgica, reanimação com 6 leitos, sala de politrauma, imaginologia.

1º andar: centro cirúrgico com 6 salas modernas e hemodinâmica, sala de recuperação anestésica com 10 leitos, UTI com 40 leitos

2º andar: Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), com baoneoterapia, cinesiosterapia, sala de cirurgia; 20 leitos de internação, com dois leitos de isolamento; laboratório completo (urinálise, parasitologia, bioquímica, imunologia, hematologia e bacteriologia.

3º, 4º e 5º andares: Hotelaria com 75 leitos

Maternidade:

Dois andares, 129 leitos, UTI Neonatal com 10 leitos, UTI Materna