Construção da Ponte sobre o Rio Negro deve começar no dia 3 de dezembro

http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20071106095858aurelio-web.jpg
http://www.amazonas.am.gov.br/arquivos/imagens/noticias/20071106095858aurelio-web.jpg

O consórcio formado pelas empresas Camargo Corrêa e a Construbase Engenharia foi o vencedor da licitação para a construção da ponte sobre o Rio Negro, que deverá começar no dia 3 de dezembro, data prevista para a emissão da Ordem de Serviço ao consórcio vencedor.

De acordo com o secretário estadual de Infra-Estrutura, Marco Aurélio de Mendonça, a proposta  apresentada pelo consórcio vencedor foi de R$ 574,826 milhões.

Os outros dois consórcios, formados pelas empresas Norberto Odebrecht e CBPO, e Andrade Gutierrez e Paulitec, apresentaram propostas no valor de R$ 580 milhões e R$ 689 milhões, respectivamente.

“Nós vencemos mais uma etapa do processo de licitação da ponte sobre o Rio Negro. A primeira fase, habilitatória, já foi concluída em sua totalidade e agora foi feita a abertura das propostas de preço”, explicou o secretário de Infra-Estrutura.

Segundo ele, a partir de agora a Comissão deverá analisar todos os documentos e os cálculos apresentados para verificar se eles estão corretos. Havendo tal confirmação e publicação do resultado, será aberto, então, um prazo de cinco dias para a apresentação de recursos por parte das empresas que eventualmente se sintam prejudicas.
 
Marco Aurélio disse, ainda, que nessa fase, ao contrário da primeira, normalmente não são registradas apresentações de recursos, o que significa dizer que imediatamente após a confirmação desses resultados a comissão terá condições de publicar e encaminhar um processo com o relatório final para a Secretaria de Estado de Infra-Estrutura (SEINF), que providenciará a homologação a adjudicação do consórcio vencedor.

Meio ambiente

De acordo com o secretário, a fase final do Estudo de Impacto Ambiental que está sendo feito pela Universidade Federal do Amazonas UFAM), vai ser marcada pela  realização de audiências públicas, ainda em novembro, nos municípios sob a influência das obras de construção da ponte sobre o Rio Negro.

Pelo calendário das audiências, divulgado pelo IPAAM, ficou estabelecido que a primeira delas vai ser realizada em Manaus, no dia 23 de novembro. Em seguida serão realizadas mais duas. Uma no dia 26, em Iranduba, e outra em Manacapuru. A última delas está prevista para ser em Novo Airão , no dia 27 de novembro.

Marco Aurélio informa que, só após a conclusão das audiências o IPAAM se manifestará sobre os Estudos de Impacto Ambiental, concedendo a Licença de Instalação, que é o documento que habilitará à SEINF a emitir a Ordem de Serviço para o consórcio vencedor.